Cultura

Terreiros de Umbanda comemoram seu dia e festejam o Dia da Consciência Negra

Os Terreiros de Umbanda do município de Parnarama realizaram na tarde deste último sábado (20) as comemorações do Dia Nacional da Umbanda é comemorado anualmente em 15 de Novembro e também foi realizado atividades em alusão ao Dia da Consciência Negra.

As comemorações iniciaram às 17h com uma Caminhada com percurso do bairro Agrovema até a Praça São Luís no centro da cidade, onde foi feita apresentações e discursos dos Pais e Mães de Santo tanto da cidade como convidados de outros municípios.

A data celebra a religião da Umbanda, considerada totalmente brasileira e criada a partir de características e misturas de crenças do catolicismo, espiritismo e demais religiões de origens africanas e indígenas.

Os umbandistas sofreram preconceito e discriminação por causa da religião no Brasil. Muitos associavam suas práticas umbandistas como satânicas que foi um dos principais motivos dos umbandistas Parnaramenses realizarem este evento, é a sensibilização da população quanto ao preconceito à religião que eles praticam.

No entanto, a Umbanda é mais um exemplo da rica diversidade cultural brasileira! Normalmente, os cultos são feitos em terreiros, onde os espíritos de caboclos, pombas-giras, orixás e crianças, incorporam nos médiuns, fazem aconselhamentos ou abençoam as pessoas presentes.

Origem do Dia Nacional da Umbanda

A Lei nº 12.644, de 16 de Maio de 2012, sancionada pela presidente Dilma Rousseff, oficializa o dia 15 de Novembro como Dia da Umbanda no país.

A data, no entanto, já era comemorada por milhares de pessoas - principalmente os umbandistas - há muito tempo, pois foi a data em que o espírito de um caboclo anunciou a fundação da nova crença.

Na verdade, a escolha do dia foi uma decisão das entidades federativas do Rio de Janeiro, durante a I Convenção Anual do Conselho Nacional da Umbanda.

Origem da Umbanda

A umbanda surgiu em 15 de Novembro de 1908. Neste dia, um espírito teria se manifestado pela primeira vez em um jovem médium de 17 anos, Zélio Fernandino de Moraes (1891-1975), e mandado criar um novo culto, a Umbanda.

Zélio estava sofrendo com uma paralisia que nenhum médico da época conseguia explicar. Um amigo da família do garoto aconselhou que o levassem para a Federação Espírita do Rio de Janeiro, onde o jovem foi "possuído" pelo denominado caboclo das Sete Encruzilhadas, anunciando que deveria ser fundada uma nova religião no Brasil.

Texto e Fotos: Aristeu Carvalho

Mais em Cultura


Receba nossa Newsletter. Deixe seu nome e e-mail!

Prefeitura Municipal de Parnarama

PREFEITURA MUNICIPAL DE PARNARAMA

Endereço: AV. CAROLINA, 237 \ CENTRO \ PARNARAMA - MA \ CEP: 65640000

Horário de atendimento: 08:00 às 13:00

Contato: (99)98402-8352